terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Telefones Públicos em apuros!

O vandalismo continua sendo um dos piores
aspectos
da vida urbana. Este aparelho eu
fotografei no bairro do
Bacacheri. Mas é
cada vez mais comum ver o nosso bem
público
negligenciado. Além de mal cuidados, muitos
deles
não funcionam. ALERTA! Quem sabe não
era hora de criar
estações telefônicas com
cabines. Uma forma de preservar!



sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Sujeira na Ciclovia

Fiquei pasmo com a imundice da ciclovia que
sai do
bairro Cristo Rei em direção ao Alto
da XV. O descaso
é aviltante! Um dos poucos
trechos da cidade por onde
se pode passear,
andar de bicicleta com tranquilidade,
levar
as crianças pra brincar neste estado de abandono

completo. Uma cena entristecedora. Tampouco
se
encontra um único cesto para jogar lixo.
Uma grave
negligência que poderia ajudar a
evitar esta situação.
Uma pena ter que andar
por ali e registrar todo esse lixo.











Além da sujeira, a evidência do vandalismo.
O mobiliário
urbano sai dos nossos bolsos
e se vê sinalização caída,
destruída,
pichada e suja.







Vejam só o tamanho deste saco de lixo!


Espero que esse ALERTA possa chamar a
atenção das
autoridades porque essa
ciclovia merece cuidados.
Limpeza, segurança
e também, conscientização da
população.
Quem sabe os moradores da área não fazem

um mutirão?

quarta-feira, 14 de julho de 2010

OLHE!

video
É muito interessante e criativa a forma que
foi encontrada para chamar a atenção dos
pedestres. Eu mesmo que ando um pouco
distraído pelas ruas, me supreendi com
esta sinalização. Não custa nada lembrar:
SEMPRE OLHAR ANTES DE ATRAVESSAR!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Cai cai balão...





O perigo que vem do céu. É um absurdo que as pessoas não
se conscientizem que a prática de soltar balões é proibida.
Este eu testemunhei cair próximo ao Parque Tingui.
Reforço das campanhas nas escolas me parece o caminho
mais eficiente para promover a conscientização e inibição
desses atos que são de verdade criminosos.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

MULTAS!





Quem já não viu uma cena como esta? Os guardas do Diretran
parados em pontos estratégicos da cidade, capturando as
irregularidades do trânsito e aplicando multas na população.

Por que estes oficiais causam tanta repulsa na população, haja
visto que estão apenas cumprindo suas funções na busca pela
ordem e segurança dos curitibanos?

A resposta é simples... Estas ações tem sido abusivas!
Uma espécie de coação a qual os cidadãos se sentem cada vez mais
impotentes. Claro que se pode recorrer, mas a questão é saber
o que é realizado com a arrecadação do enorme montante que
sai do bolso de todos nós. O Brasil vive um período em que se
exige cada vez mais a TRANSPARÊNCIA das ações de governança
e é isso que esta postagem vem reclamar. Eu pessoalmente
gostaria de saber como é aplicado o dinheiro que terei que
desprender para pagar essa multa. E creio que a população
gostaria de conhecer esse destino.

A razão deste blog não é apenas criticar a forma encontrada
pelas nossas lideranças para punir infratores ou irregularidades
que devem mesmo ser punidas. Mas propor outras formas
de atuação como fazer o infrator executar serviços comunitários
por exemplo. Talvez surtisse um efeito melhor.

Uma coisa é certa, a ação implacável dos guardas de trânsito
é uma questão a ser discutida e analisada. Enquanto isso, o
povo
vai pagando...

sábado, 26 de junho de 2010

Vidas aleatórias


Tenho percebido o aumento do número de mendigos e
seres humanos abandonados em Curitiba. Uma realidade
visível. O que não é visível são as providências da prefeitura
para amparar estas pessoas. Antes se via um ou outro
perambulando pelas ruas, agora formam grupos e se
amontoam em algumas esquinas. Alerta!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Sinalização para Pedestres

No cruzamento entre a João Negrão e a Visconde de Guarapuava
do lado esquerdo falta um sinal para travessia de pedestres.
Este tumultuado encontro de vias necessita oferecer aos cidadãos
maior segurança para atravessar nesta parte das avenidas.



Pedestres ficam esperando algum momento para atravessar.



Entre passos e pausas, pedestres se arriscam em meio aos veículos.



Um local de grande fluência de veículos pesados.



O semáforo mostra o sinal verde e os carros avançam,
sem dar tempo para os pedestres atravessarem.



Neste lado da pista, até o desnível para os cadeirantes perde
o sentido. Como vão atravessar às pressas este lado da pista?